segunda-feira, 23 de abril de 2012

Rosalba quer que presidente Dilma inclua duas mil barragens e 800 poços no programa contra seca

image A governadora Rosalba Ciarlini defendeu na reunião dos governadores com a presidente Dilma Rousseff,  que sejam adotadas medidas emergenciais para socorrer os Estados que enfrentam seca. São ações imediatas em virtude do grave quadro, com colapso de abastecimento até na zona urbana de algumas cidades, como Luiz Gomes e Antonio Martins, mas também propôs obras de convivência com a estiagem, como a construção de barragens subterrâneas.

Para diminuir os efeitos da seca no RN, Rosalba pediu à presidente Dilma, duas mil barragens subterrâneas. “Essas barragens têm tecnologia milenar aperfeiçoada pela EMBRAPA, capaz de diminuir o impacto da seca ao custo de R$ 21 milhões”, argumentou a governadora no documento entregue com outros 7 pontos, entre eles, a mecanização de 820 poços. Essa ação requer investimentos de aproximadamente R$ 14 milhões.

Para o secretario de Agricultura, Betinho Rosado, mesmo não sendo para resultados imediatos, as barragens precisam ser projetadas, a partir de agora. Já secretario de Recursos Hidricos, Gilberto Jales, afirma que a instalação dos poços pode ser feita em curto espaço de tempo trazendo benefícios, principalmente, para matar a sede do rebanho e abastecimento das comunidades.

Receba as notícias do Blog por email

Seguidores