quinta-feira, 19 de abril de 2012

Filho do carnaubense Bibina é candidato a craque, Dodozinho treina com Neymar e Ganso

image

Indicado pelo ex-atleta Robert ao Santos, jogador de 10 anos já esbanja habilidade e rouba a cena no treino do Peixe

Era impossível olhar para o gramado do CT Rei Pelé sem notar algo diferente. Ao lado dos marmanjos do time profissional, uma pequena criança se destacava. Antes mesmo da atividade, ele já arriscava finalizações de longa distância, que impressionavam pela força no chute.
Abusado, o garoto Vinicius Rodrigues, de 10 anos (completados no último dia 15), com apelido de Dodozinho, ousou até ir para cima de ninguém menos do que Muricy Ramalho. E até soltou uma pedalada para driblar o treinador.
Indicado pelo ex-jogador Robert, que descobriu o garoto em partidas de Showbol no Rio de Janeiro, em que o pequeno fazia embaixadinhas, ele agora treina na categoria sub-11 do Alvinegro - antes, o menino treinava no Fluminense.
- Eu estava jogando showbol e o pessoal do evento contratou ele pra fazer embaixada e chamou a atenção. Aí o pai dele me abordou pedindo uma oportunidade no Santos, eu trouxe e ele realmente surpreendeu a todos. Está bem aqui, trabalhando, quem sabe é mais uma joia, mais um raio que caia no Santos - explicou Robert.
Durante boa parte da atividade ele não desgrudou da dupla Neymar e Ganso. Fez, inclusive, todos os trabalhos realizados pelos profissionais: corrida em volta do gramado e treino técnico de fundamentos com cones.
- Já tinha treinado com eles, mas dá vontade de treinar todo dia. Quero jogar futebol, subir na minha carreira e também quero ajudar aqueles que não têm casa, dar uma para a minha mãe, pro meu pai e para todos os meus amigos - disse o garoto, que revelou o teor da conversa com Neymar.
- Ele falou: 'É um orgulho estar com você aqui, Dodozinho. E disse que depois ia arrumar uma camisa para mim. Quero ficar aqui mesmo, do mesmo jeito do Neymar: da base até o profissional - completou.
Melhor que profissional
Em dado momento da atividade, Dodozinho se saiu melhor até do que o volante Anderson Carvalho. Sob o comando do preparador físico Ricardo Rosa, os atletas trocavam passes com a bola no ar, sem deixar cair.
O quinteto Neymar, Ganso, Felipe Anderson, Dodozinho e Anderson Carvalho treinava junto e o pequeno não errou nenhuma bola, diferentemente de Carvalho, que a deixou cair. Pelos erros, ele teve de aguentar as brincadeiras de Neymar e Ganso.
- Já conhecia ele do Rio de Janeiro, do Fluminense, e do Santos também. Ele está iniciando, gosta muito de futebol e joga bola o dia todo. Está brincando e na fase boa, o que é legal. Tem que deixar assim, sem responsabilidade, mas dá pra ver que tem jeito de jogador - avalia Muricy.

Leia mais no LANCENET!  

Receba as notícias do Blog por email

Seguidores